Mulheres em Residência

“Mulheres em residência” surgiu ao percebermos a necessidade da criação de um projeto focado em fotógrafas mulheres, visando, sobretudo, à produção de artistas emergentes. A proposta é contribuir e ajudar na produção individual de cada artista por meio de uma mentoria formada por cinco mulheres: Milena Costa, Milla Jung, Luciana Berlese, Pretícia Jerônimo & Isabela Lanave.

É importante ressaltar que toda a equipe do projeto foi constituída por mulheres, e essa atitude é apenas parte de um movimento de resistência muito mais significativo: o de que ser artista e mulher, no Brasil, é uma luta diária em um meio pouco plural e imerso em relações sociais, raciais e de gênero desiguais.

Nesse sentido, a residência não só se constitui como uma célula de discussão teórico- prática, mas também de acolhimento. Como cronograma, construímos o projeto com reuniões semanais durante o período de 30 dias, prevendo, ao final do ciclo de trocas, esta exposição coletiva entre as artistas participantes, como maneira de somar a visibilidade individual de cada agente integrante, expandindo o horizonte de contato.

Por fim, visamos à continuidade do projeto com edições futuras, além da manutenção do diálogo entreas artistas desta edição, sempre tendo como objetivo a construção de um caminho cada vez mais coletivo e, deste modo, inclusivo. (Kamila Bach)


Isa Lanave


“Afeto, atenção, respeito e transformação foram a base do trabalho de nosso grupo. Todas as participantes já tinham projetos muito potentes, por isso nossa busca coletiva foi descobrir o que cada uma gostaria de expressar e como faria isso com suas imagens. Para colaborar nesse processo, começamos respondendo algumas perguntas-provocações sobre os trabalhos e de que modo cada artista atua. Perguntas como: “Por que fazer esse trabalho? Por que você? Por que agora?”


Allana Rocha


Você tá melhor?
Fotografias digitais em preto e branco, auto representações, montagens de trechos de conversas sob as imagens fotográficas e montagens de dípticos e polípticos.


Bárbara Ferreira


Eu queria morrer no mar


Emily Sada


Saudade/Natsukashii'
Colagem com fotografias analógicas autorais, fotos antigas de família, acervo com fotos de objetos meus e da minha família e da viagem que fiz.


Ursula Jahn


Sobre nomes maternos
Fotografia
Sobre nomes maternos
Montagem fotográfica de radiografia e fotografia do acervo pessoal da artista.
Sobre nomes maternos
Fotografia
Sobre nomes maternos
Fotografia
Sobre nomes maternos
Fotografia
Sobre nomes maternos
Fotografia

Ythalla Maraysa


Tentativas de visualizar o que não é verbalizado
Fotografia digital em preto e branco, autorretratos, imagens de objetos e do lugar onde moro.


Lu Berlese


“O grupo que me tocou é formado por seis mulheres fotógrafas e seus ensaios se baseiam em temas fortes e linguagem diversa. Cintia, Dariane, Gabriela, Geslline, Marielen e Mari Gemma chegaram repletas de sonhos, expectativas, medos, inseguranças - um espelho do que eu mesma havia sentido ao embarcar nessa empreitada - mas, principalmente, muito talento e coragem para mergulhar no abismo de si, e voltar à tona para se abrir às possibilidades que viriam.”


Cintia Rizoli


FERVO BALLROOM
série: pistas pra reinventar o futuro
Fotografia


Dariane Martiól


AUTO-RETRATO INFAMILIAR 1
Fotografia digital
2021


Gabriela Massote


Depois do fim do mundo
Fotografia Digital 2021


Geslline Giovana Braga


Desfiladeiras
Fotografia digital


Leli Baldissera



Mari Gemma


Anfêmera -
Uma luz sobre a (in)visibilidade e (r)existência da mulher na envelhescência Fotografia 2019-2020


Milena Costa


“Nesse mês em que tive contato com Naira Mattia, Guadalupe Presas, Betina Juglair, Juh Moraes e Diane Sbardelotto, pude mergulhar nos processos de cada participante e tecer conexões profundas entre eles. Navegamos pela criação, emoção e a busca de si através do ato criativo. Investigamos o significado da imagem fotográfica para cada uma de nós, e permitimos nos perder para nos encontrarmos em nossas discussões. Ao final desse processo, apresentamos aqui os resultados dessa experiência”.


Betina Juglair


Pas de deux
Fotografia


Diane Sbardelotto


Dobrável
Fotoperformance
2014-2018


Guadalupe Fernandez Presas


COLUNA # 5
Reprodução de colagem manual feita com originais de imagens de tomografias computadorizadas de coluna vertebral e com originais de fotografias impressas de arquivo pessoal. Costuras feitas com fio de algodão – Dimensões: 45x20cm (Série Colunas; Irradiações de Corpo Ausente, desde 2020) 2020
COLUNA # 6
Reprodução de colagem manual feita com originais de imagens de tomografias computadorizadas de coluna vertebral e com originais de fotografias impressas de arquivo pessoal. Costuras feitas com fio de algodão – Dimensões: 45x20cm (Série Colunas; Irradiações de Corpo Ausente, desde 2020) 2020
COLUNA # 7
Reprodução de colagem manual feita com originais de imagens de tomografias computadorizadas de coluna vertebral e com originais de fotografias impressas de arquivo pessoal. Costuras feitas com fio de algodão – Dimensões: 60x30cm (Série Colunas; Irradiações de Corpo Ausente, desde 2020) 2020
COLUNA # 8
Reprodução de colagem manual feita com originais de imagens de tomografias computadorizadas de coluna vertebral e com originais de fotografias impressas de arquivo pessoal. Costuras feitas com fio de algodão – Dimensões: 70x28cm (Série Colunas; Irradiações de Corpo Ausente, desde 2020) 2021
COLUNA # 9
Reprodução de colagem manual feita com originais de imagens de tomografias computadorizadas de coluna vertebral e com originais de fotografias impressas de arquivo pessoal. Costuras feitas com fio de algodão – Dimensões: 120x35cm (Série Colunas; Irradiações de Corpo Ausente, desde 2020) 2021

Juh Moraes


Em Busca de Mônica
Fotografia


Naira Mattia


Sem título
Fotografia


Milla Jung


“Mulheres em Residência’ tem sido um processo de trabalho intenso e visionário. Intenso, pois, mesmo que o tempo total do projeto seja de curto prazo, os dias dedicados a ele criam um marco simbólico e positivo dentro deste longo período de pandemia. E visionário no sentido de que concretiza, de maneira desburocratizada e entusiasmada, o que muitas de nós mulheres -artistas-fotógrafas temos desejado do trabalho, pontos de inflexão e giros operatórios a partir de um campo de escuta e de interlocução.”


Janaina FBorges


Verso o contraste
Colagem de fotografia sobre compensado/ site-specific.
2021.


Juliana Arruda


Entremeio
Fotografia digital, intervenções com pequenos objetos, pinturas e bordados
2020 - 2021


Larissa Brum


Escatologia
Fotoperformance
Cadeira, bacia, sal grosso, alecrim, arruda, álcool, água, caneta permanente, bosta de vaca.
Dimensão variável. Itararé – SP, 2021.


Mariana Galli Figueiredo


PATACORI
Fotoperformance (2021)
ação ritual, tinta vermelha e facão
dimensões variáveis


Roberta Stubs


A Ilusão do Triunfo
fotoperformance e foto-objeto.
2020/2021


Sonia Loren


Diga (me) onde tua liberdade repousa
Fotografia digital manipulada
Dimensões variáveis
2018/2021


Pretícia Jerônimo


“Eu tinha o desafio de ajudar no nascimento. Elas haviam gestado e, com o texto da mestra Conceição Evaristo, eu as fiz lembrar da cor dos olhos registrados por aquelas imagens. ‘Processos Cruzados’, ‘Coisas de homem’, ‘Movimentos Estáticos’, ‘Descubro-me no olhar’, ‘Herança ou do que aprendi sobre o amor’ e ‘Sobre meu lar’ são trabalhos que ressignificam a memória. São ações de proteção, amor e respeito com intuito de expandir e recriar nossas memórias para que a cura pudesse ser feita por nós, juntas. Os trabalhos eram dores e traumas. Hoje, são arte.”


Li Vasc


A cura ancestral
Instalação com garrafas e letreiros
Cianotipia em papel aquarela.
2021


Lilian Reif


O que levamos/ O que carregamos
Fotografia digital/GIF
Duração 20”
2020


Lohana Schalken


Processo Cruzado
Fotografia analógica. Revelação laboratorial em Processo Cruzado (D-76)
Digitalização colorida. Filme: Agfa Vista Plus 200
Câmera: Olympus OM-1, 50mm 1.4. Scanner: HP Scanjet G4050
Dimensão variável


Milena Sampaio


Meu lar
Fotografia e edição digital.
Janeiro de 2020 a abril 2021.
Guarulhos – SP
Dimensão variável


Nirely Araújo


Me descubro no olhar
Fotografia e edição digital
Materiais: tesoura de cortar carne, espelhos, máscara respiratória e flores secas. De Janeiro de 2020 a abril 2021.
Local: Imirim, zona norte – SP
Dimensão variável


Sunshine Santos


Coisa de Homem
Fotografia e edição Digital
Abril 2019
São José Ribamar - MA
Dimensão variável


Contato
mulheresemresidencia@gmail.com
instagram.com/mulheres.em.residencia